julho 28, 2008

Feijoada à moda do Júnior

Dia 24/07, por e-mail:

"Júnior, meu amigo!

Preciso da sua ajuda!! Comprei dois quilos de feijão da fazenda do O Gauchão, no caminho de BH, e agora pretendo fazer uma mini-feijoada para 10 pessoas nesse domingo. Mas queria fazer à sua moda e em sua homenagem! :-D

Será que você poderia escrever umas linhas aqui sobre como vc preparou a do meu aniversário? Algumas dúvidas: 1 kilo basta? Quanto de carne? Minha inexperiência e inabilidade me obrigam a te pedir essa ajuda!

Um beijo no coração. Larissa"

"Vc quer gorda ou magra?"

"Do jeito que vc fez no meu niver! Acho que foi gorda, não?" (Um parêntese: no meu aniversário de 29 anos, ganhei uma feijoada do marido, feita por Júnior. Passei mal de tanto comer! Uma delícia!)

"Certo. Você tem duas opções.

1) Pode comprar aqueles kits de carnes para feijoada, que são mais práticos, principalmente para quem não tem costume de fazer feijoada. Tem uns muito bons, mas você precisa completar com embutidos (linguiça e paio). Uns três kits, mais uns três paios e três linguiças calabresas já resolve.

2) Se preferir comprar avulso, eu sugiria: 1 pé, 1 orelha, 1 rabo, 1 pacote de 500 g de charque, 500 g de costela, 500 g de lombo, 200 g de bacon, 3 paios e 3 linguiças calabresas. Não esqueça de pedir para o açougue cortar em pedaços pequenos o pé, a orelha, o rabo e a costela. O resto é fácil de cortar.

Para preparar, coloque de molho na véspera do preparo as carnes, separando as mais salgadas (pé, orelha e rabo) das menos salgadas. A costela vai depender, pois tem as salgadas e as não salgadas. Coloque o feijão de molho saparado. Se você tiver bicarbotano de sódio, pode colocar no molho do feijão, pois ajuda a amaciar e a fazer um caldo consistente.

No dia, coloque o feijão para cozinhar primeiro em fogo alto e, depois de ferver, em fogo baixo. Em separado, fervente as carnes salgadas. Dependendo do volume de sal, pode ferver mais uma vez. Acrescente as carnes em fases, de acordo com a dureza de cada uma: primeiro o charque, logo no início do cozimento. Após vinte minutos de fervura, as carnes salgadas. Mais vinte minutos, a costela e o lombo. Mexa a cada cinco minutos para as carnes do fundo alterarem de posição com as carnes de cima, evitando cozimento desigual. Quando essas carnes já estiverem macias, colocar o paio e a linguiça e deixar mais vinte minutos.

Quando colocar a linguiça e o paio, prepare o molho fritando o bacon e refogando cebola, alho e temperos MENOS SAL. Sugiro pimenta do reino, cominho e coentro em pó. Misture ao feijão e prove para corrigir o sal.

Dica para o arroz e a couve: quando o arroz estiver pronto, frite alho cortado em pedaços e bastante óleo até ficar torradinho e misture ao arroz. Use o óleo para passar a couve.

Boa sorte."

"Obrigada, tá tão explicadinho que se eu errar, eu desisto da cozinha! Ah, e depois te digo como ficou! E vai ter foto no Trivial Básico!"

Amigo querido, pode parecer abuso de minha parte postar aqui nossa conversa eletrônica, mas seria um descabimento não lhe dar o crédito por esta maravilha que tivemos o prazer de degustar no final de semana. A feijoada que você fez para o meu aniversário ficou mais gostosa, um dia eu chego lá! :-D
Para acompanhar, tivemos arroz branco, farofa feita pelo Zé Marido, couve refogadinha feita pela Dona Luiza. Hummm... Suco de laranja e, para sobremesa, Delícia de abacaxi! Tudo de bom...
Obrigada por dividir suas receitas, suas idéias, sua companhia, sua casa comigo, com Zé, com minha família. Nós te amamos. Beijo no coração.

6 comentários:

Luciana Macêdo disse...

Feijoada combina bastante com este friozinho e é um prato que adoro.
Bjs!

Jose Mauro disse...

Bom, agora vou dar a receita de como se fartar com esta iguaria...

Se tiver uma caipirinha para acompanhar, é bom.

"Pegue um prato (de preferencia fundo) e dois talheres (garfo e faca). Encha o prato (fundo, não esqueça) com o feijão, acrescente o arroz, farofa, couve e azeite (a gosto), pegue o garfo, ponha uma quantidade razoável nele, e coloque a comida na boca.... aliás nem sei porque a faca...".

o resto é só repetir várias e várias vezes o mesmo procedimento até não poder mais.

Garanto que esta dica é boa!!! [:º)}

Beijos, José Mauro.

José Eduardo disse...

José Mauro, meu irmão, você esqueceu de uma parte importante na receita que é a seguinte: no final, peça uma vasilha emprestada e leve para casa o quanto puder. Repetir todas as ações anteriores.
Foi muito legal a presença de vocês na feijoada. Sem vocês todos, mesmo sendo feita pela Larissa, não seria tão saborosa.

Diego Moreira disse...

A cor do feijão! A cor do feijão é sensacional! Nunca tinha visto feijão com cara de rubi.

Com direito a limão, família e porções imensas pra levar pra casa é muito melhor.

A feijoada estava sensacional.

Beijo!

margaret disse...

Adoro feijoada...So de ficar lendo fiquei com vontade de comer uma no capricho. E que amigao esse Junior heim? Explicadinho tin tim por tim tim.

Carmencita disse...

Esse é meu grande desafio, apesar de gostar muito nunca fiz feijoada.Bjss